Publicado em

10 passos simples para você ter uma gestação saudável

Todas as mulheres que pensam em ter filhos, ou que já estão esperando por eles, querem o melhor para si mesmas e para a criança que espera. Por isso, o melhor é sempre buscar saber como ter uma gravidez saudável.

Pensando nisso, separamos nesta página um artigo completo com 10 passos para que você tenha a melhor gravidez que poderia ter.

Ah e lembre-se de que tudo deve ser dito ao seu médico, ele quem dirá o que você pode ou não fazer. Cada gravidez é uma gravidez.

Vem comigo!

1. Deixe-se acompanhar

Faça o pré natal com acompanhamento mês a mês de sua gestação. Você pode optar por um curso de preparação para o parto, ginástica de gravidez (pode ser Ioga, Pilates Hidro ginástica) lembrando sempre de fazer tudo com a liberação de seu obstetra.

Converse com pessoas que ganharam bebês recentemente, pergunte sobre suas experiências. Peça indicações de médicos e outros serviços relacionados à sua gestação.

2. Coma comida saudável

Mesmo que você não tenha necessariamente que comer mais durante a gravidez, é importante ter uma dieta equilibrada e saudável. Muitas mulheres não gostam de certos alimentos, mas é sempre possível substituí-los por outros que tenham valor nutricional equivalente.

Certifique-se que sua dieta diária contenha legumes e frutas além de carboidratos (com grãos de preferência integral) para você ingerir. Proteínas (por exemplo, peixe, carne, ovos, nozes ou legumes), leite e produtos lácteos.

3. Cuidado com alguns alimentos

Tenha cuidado com o que você come. Como medida de precaução, não use alguns alimentos durante a gravidez que possam colocar em risco a saúde do seu filho.

O queijo deve ser escolhido com sabedoria, sempre procurando saber do que este é formado e qual sua origem.

Algumas bactérias podem ser nocivas para seu bebê tanto durante a gestação quanto causar doenças aos recém nascidos. Queijos mais duros e queijos processados, como queijo cottage, Philadelphia e Boursin são boas opções para pode comer.

Estar ciente da toxoplasmose que raramente ocorre para proteger aqueles que podem prejudicar seriamente o feto, você deve usar luvas ao mexer com seu jardim ou cuidar da limpeza de seus animais de estimação.

Não coma carne semi-cozida ou crua e lave os legumes e verduras para remover a sujeira e o solo e algumas bactérias que podem acompanhá-los. Evite infecções por Salmonela através do consumo de alimentos semi-cozidos como carne de aves, carne vermelha, peixes ou ovos cozidos moles. Muitos médicos liberam a ingestão de comida japonesa por exemplo, por isso é bom sempre pedir a opinião de seu médico para a ingestão de qualquer alimento.

4. Coma peixe

Outros nutrientes importantes para a saúde do seu bebê são o ferro e o cálcio, que você encontra em abundância em peixes (cozidos).

É muito bom comer ao menos duas vezes na semana peixes como arenque, cavala, salmão ou sardinhas. Não se esqueça de cozinhá-los ou fritá-los – não coma peixes crus sem que seu médico saiba.

Verificou-se que os óleos de peixe também têm um efeito favorável sobre o peso de nascimento e o desenvolvimento de nervos e do cérebro no final da gravidez.

Se você não gosta de peixe, existem suplementos vitamínicos alternativos com óleo de peixe. Estes incluem preparações contendo vitamina A1 ou retinol. Neste momento, seu médico deve indicar o melhor suplemento para você.

5. Pratique esportes

Sabemos que os três primeiros meses de gravidez são mais delicados, porém após este é muito bacana realizar exercícios.

Os exercícios regulares fornecem a força e a resistência de que se necessita para levar o peso extra de seu corpo até o final da gravidez, além de gerir melhor o stress pré-parto.

Além disso, você poderá voltar à sua velha boa forma após o nascimento do bebê com um menor esforço. Exercício também aumenta o seu bom humor e ajuda a manter a tristeza que muitas vezes surgem na gravidez longe de você.

Para saber como ter uma gravidez saudável, é preciso também saber um pouco a respeito da prática de exercícios. Você pode fazê-los, mas tem que respeitar os sinais do seu corpo como o cansaço e dores, que podem indicar que você está um pouco acima do limite. Procure sempre um instrutor para ver qual o melhor exercício realizar.

6. Fortalecer seu assoalho pélvico

Faça exercícios para o assoalho pélvico. A puberdade seria o momento ideal para iniciar esses exercícios, mas a maioria das mulheres só ouve sobre isso quando estão grávidas.

Os músculos do assoalho pélvico são uma rede de músculos na parte inferior da pélvis que sustentam a bexiga, a vagina e o reto. Durante a gravidez, a força dos músculos diminui sob a carga crescente e por causa do hormônio da gravidez.

Você pode treinar e fortalecer seus músculos do assoalho pélvico diariamente com meios simples.

Alguns exercícios bem conhecidos são o Exercício de Kegel e o Exercício de Taylor

7. Evite álcool

O correto seria: Abandone o álcool, mas nem todos conseguem, então é importante saber que cada gota de álcool que você bebe atinge o bebê diretamente através do sangue e da placenta. Por isso, muitos especialistas recomendam que as mulheres grávidas se abstenham completamente do álcool.

As mulheres grávidas que bebem álcool correm o risco de dar à luz um bebê com fetopatia por embriões alcoólicos.

Crianças com esta condição sofrem de retardo de crescimento, diminuição do desenvolvimento mental, distúrbios comportamentais e distúrbios musculares faciais e cardíacos.

Existem cervejas sem álcool cada vez mais gostosas e um bom suco de uva pode substituir um vinho gostoso.

8. Beba menos cafeína

Se você quer saber como ter uma gravidez saudável, também é importante saber sobre a cafeína.

Café, chá preto e bebidas contendo cola são estimulantes por causa da cafeína que contêm. Embora a pesquisa não tenha clareza, alguns cientistas acreditam que o excesso de cafeína pode levar a um bebê abaixo do peso.

Estudos recentes mostram que quatro xícaras de café por dia (cerca de 200 ml de café) não prejudicam seu filho, mas é sempre bom evitar.
É melhor tratá-lo com cuidado e preferir beber café descafeinado, chá ou sucos de frutas. Uma alternativa refrescante é um copo de água mineral com uma pitada de suco de limão.

9. Pare de fumar

As mulheres grávidas que fumam aumentam o risco de aborto espontâneo, prematuro ou natimorto e o nascimento de óbitos infantis repentinos.

Estudos mostraram que mulheres que fumam 20 ou mais cigarros por dia durante a gravidez têm maior probabilidade de dar à luz uma criança com lábio leporino ou fenda palatina.

O ideal é deixar de fumar antes de engravidar. Cada cigarro que você fuma a menos durante a gravidez melhorará as chances de saúde não perturbada do seu filho.

É impossível falar sobre como ter uma gravidez saudável e não citar nada sobre se abster do fumo.

10. O cansaço é importante

O cansaço que você sente no primeiro e terceiro trimestres da gravidez é o modo como seu corpo diz para ir devagar. Um pequeno cochilo no meio do dia pode parecer um luxo que você não pode pagar, mas você e seu bebê serão beneficiados.

Se você não consegue dormir, deite-se e relaxe, talvez com sua música favorita ou com um bom livro.

Técnicas de relaxamento como ioga, alongamento, exercícios de respiração e massagens reduzem o estresse e você dormirá melhor à noite.

Mas acima de tudo, é importante encontrar uma forma de aplicar todos esses passos de como ter uma gravidez saudável para que você não acabe prejudicando sua saúde e a de seu filho.